• Alves Lima

Instagram para corretor de imóveis: 7 dicas de como usar

Em 2020, cerca de 1.15 bilhão de pessoas estavam na rede social mais descolada no Brasil, segundo a pesquisa da We Are Social. Então, nada melhor do que fazer dela uma ferramenta de atração e conversão para as suas vendas de imóveis, não é mesmo? Por isso, nós vamos dar 7 dicas de como usar o Instagram para corretor de imóveis.



1. Preencha corretamente a BIO


Muitas vezes nos preocupamos com o que postar e acabamos esquecendo de um ponto importantíssimo, a BIO. No entanto, o que uma boa BIO deve conter?


Foto profissional


Sua foto deve ser profissional e de boa qualidade, mas também é importante lembrar que você deve escolher entre ter dois perfis, um profissional e um pessoal, ou conter bastante suas publicações caso tenha um único perfil.


Além da qualidade da foto, é importante lembrar de usar uma roupa formal e evitar fotos na praia ou muito relaxadas, por exemplo.


Nome do perfil


Além do seu nome próprio, é importante indicar o que você faz, no entanto, você pode não indicar no nome, mas indicar no título, que vem logo após o seu nome e foto.


Título


Logo após a sua foto e nome, vem o título, por isso, inclua uma frase que resuma sobre o seu trabalho, por exemplo:


"Corretor de imóveis especialista em imóveis de alto padrão em Fortaleza."
"Conectando pessoas ao lar dos seus sonhos em Fortaleza."
"Ajudando pessoas a escolher o seu lar doce lar em Fortaleza."

Isso vai depender muito do tipo de imóvel com que trabalha, mas o importante é passar uma mensagem clara.


2. Crie uma persona ou público-alvo


Tudo que você vai fazer na sua conta do Instagram vai depender bastante do seu público alvo e persona, porém, antes vamos explicar a diferença entre os dois.


Persona:


A persona é um personagem fictício com todos os detalhes possíveis sobre uma pessoa que é o seu cliente ideal, por isso, ela tem nome, idade, sonhos, história, e todas as informações demográficas, geográficas, psicográficas e comportamentais.


Público-alvo:


Já o público alvo traz informações mais gerais, como média de idade, renda, trabalho e o que gostam, por exemplo.


A diferença entre os dois, como você pode perceber, é que a persona é bem mais detalhada. Definindo os dois, você terá um norte prático para tudo que você vai criar, planejar e executar em suas redes sociais.


A dica aqui é que ter a persona é sempre uma opção mais assertiva, pois será mais fácil de se comunicar utilizando ela como um norte.


3. Poste conteúdos relevantes

Seu Instagram deve funcionar como um canal de ajuda. Por exemplo, nele você pode colocar o que a pessoa deve saber antes de comprar um imóvel, o que elas devem observar na hora de fazer a vistoria, documentos para financiar etc.


No entanto, para saber como ajudar o seu público, você deve saber quais são os problemas e desejos que eles têm sobre imóveis.


Obviamente, também é interessante postar quais imóveis você tem disponíveis, usar fotos reais e deixar as pessoas com desejo de comprar os imóveis que você vende.


4. Faça muitas interações


É importante interagir com o público para engajar. Portanto, para demonstrar que você se importa, responda os comentários, directs, compartilhe fotos em que você foi marcado e mantenha sempre um bom contato com as pessoas que seguem e participam do seu perfil.


5. Use fotos caprichadas


Imagine que uma pessoa vê muitos perfis durante o dia em sua timeline. Elas veem o que as pessoas e páginas que ela segue postam, além de muitos anúncios, por isso, vão passando automaticamente até achar algo que pareça interessante para ler e observar com mais atenção.


Por isso, as imagens usadas em publicações são muito importantes. Dessa forma, se você vai postar um imóvel, escolha fotos de boa qualidade e que peguem os melhores ângulos. No entanto, se for postar imagens com títulos sobre o que vai falar na legenda, use imagens que causem identificação, ou seja, que as pessoas se vejam nelas. Use títulos que chamem a atenção do público-alvo, mas também em cores que sejam capazes de se destacar em meio as postagens.


6. Use as ferramentas dos stories para aumentar o engajamento


Os stories possuem um nível ótimo de relevância, segundo o Mlabs, ferramenta de gestão de redes sociais, 2,5% dos seus seguidores verão os stories. Além disso, o Instagram observa a relevância de um perfil quando as pessoas interagem, ou seja, demoram em um post, respondem comentários, comentam, mandam direct etc.


Por isso, aproveite para fazer enquetes, quizzes, perguntas e utilize todas as ferramentas que o próprio Instagram oferece.


7. Use hashtags


As hashtags ajudam a impulsionar conteúdo, quando as pessoas as seguem. Além disso, ajudam as pessoas a encontrar o que buscam, mas também dar uma “enganada” no algoritmo, demonstrando mais relevância em suas publicações sem necessidade de engajamento.


Nossas dicas sobre hashtags são:


  • Crie uma hashtag própria e use com constância. Por exemplo: #gustavomotacorretor;

  • Use hashtags que possam ser usadas no buscador. Por exemplo: #imoveisemfortaleza;

  • Fique longe de hashtags genéricas e não exagere. Use no máximo 5, pois mais do que isso o engajamento cai;

  • Confira as hashtags que seus concorrentes usam e;

  • Use hashtag na sua bio. Por exemplo: #corretordeimóveis ou #imoveisdeluxofortaleza.


Essas são as nossas 7 dicas de Instagram para corretor de imóveis. Comece agora a usar suas redes sociais para atrair mais futuros clientes, mas também não esqueça de escolher os melhores imóveis para vender e você encontra isso aqui, na Construtora Alves Lima. Fale com a nossa equipe.

10 visualizações0 comentário